87% de penetração no público foi a performance de OOH como meio de comunicação em pesquisa realizada em 2019.

Os tempos mudaram, ficaram exigentes para o mercado como um todo, e ajustes foram necessários no nosso “avião” em pleno voo. Porém é válido olharmos para comportamentos e tendências destes tempos e dos que virão.

2020 nos mostrou que precisamos ser flexíveis. Mudanças de última hora e a adaptação às circunstâncias do momento de forma rápida e aberta foram necessárias à manutenção do “voo” e das empresas e suas marcas em uma das maiores tempestades já vistas.

Com a normalidade sendo restabelecida aos poucos, há uma tendência natural de retomada. O 2021 tem tudo para trazer novos tempos para o out of home, e por este motivo vale falar sobre as tendências de comunicação e marketing que podem ajudar a planejar campanhas efetivas, viáveis e positivas.

  1. Reconstrução das marcas: será necessário repensar qual imagem a marca quer sustentar.
  2. Postura social e política: que propiciem a busca por identificação. Mais transparência quanto a quem as marcas são.
  3. Humanização: relações como prioridade.
  4. Jornada híbrida: integração entre ofline e online… sabido, são tendências que permeiam a nova comunicação e como ela se dará.

Nas tendências diretamente ligadas a OOH, a expansão da digitalização, o mix de mídias, a personalização de experiência, a maior integração com mobile e o marketing de proximidade constituem a orientação que coloca a mídia exterior com a face que compõe a “presença real” dos planos de mídia, de forma a aplicá-los nos meios offline. As campanhas publicitárias de out of home estão cada vez mais complexas e vêm se diversificando para andarem no ritmo exigido pelo novo momento e evoluírem enquanto canal importante do mix de mídias.

Assim andamos, com a mudança dos tempos. Elas provam que as boas composições ainda são o que melhor atende a todos… Sabido 🙂

Juliana Silveira é co-founder da Dtail Gestão de Conteúdo e criadora do blog New Families, onde escreve semanalmente com um olhar de sensibilidade única sobre o recomeço da família após o divórcio

Marketing H Mídia

Author Marketing H Mídia

More posts by Marketing H Mídia

Join the discussion One Comment

  • Assim como acontece com o ranking de melhores em novos negocios, o fio condutor da lista de agencias para prestar atencao e o criterio editorial, com base em fatos registrados em 2020 e nos desafios que se impoem para 2021, considerando algumas das principais tendencias atuais das parcerias entre agencias e anunciantes: relacionamentos mais flexiveis, aumento da remuneracao por projetos, avanco de formatos de atendimento in house e valorizacao de acoes que impulsionem performance digital e e-commerce. O GrupoM, do WPP, preve que a receita global da industria de publicidade cresca 10% em 2021 — apos queda de 4% em 2020 —, e aponta que essa recuperacao sera puxada pela midia digital, que avancaria 14%, deixando as empresas digitais com 61% do bolo global. A necessidade de agilidade e resiliencia para se adaptar rapidamente as mudancas constantes impacta todo o mercado brasileiro de agencias — que continuara convivendo nos proximos meses com os obstaculos do distanciamento e do trabalho das equipes em home office. Entretanto, em alguns casos, sobressaem pontos de atencao para 2021 — foi a isso que se ateve a busca editorial para a confeccao da lista publicada nas proximas paginas.

Leave a Reply