Para conectar as marcas com potenciais clientes de verdade, criando vínculos e conexões que vão além do momento do consumo, que estabeleçam relações mais sólidas e de confiança, ou que encantem pela sua humanidade, marcas veem apostando em comunicações que toquem as pessoas pessoalmente.  Na sua essência, na dor que é comum, na emoção que é humana, nos sonhos… No que é da gente e que pode ser tratado com sensibilidade até por uma marca de ar condicionado, calçados, ou mesmo por uma instituição financeira.  

Seja por méritos artísticos, pela tentativa de provocar uma reflexão, pela aproximação através de recursos populares entre o público e plataformas de relacionamento, ou pelo apelo sentimental e nostálgico, a publicidade conta com mais caminhos do que nunca para atingir o consumidor onde ele estiver e deixar uma impressão forte. Que o marque por se conectar com algo da sua história ou por uma preocupação social que é de todos. Seja pelo que for, mexe com o ser humano na gente e gera respeito. Além dos produtos ofertados e consumidos, mas ali, naquele toque, pela marca. Pela instituição por trás que fala bonito, profundo, retilíneo e humanizado.

Então fui buscar exemplos! Do que nos tem feito chorar, pensar e buscar inícios dos nossos dias melhores. Com mais significado. E aí, naturalmente, mais leais com quem nos provoca, com mais admiração. Essa é a nova propaganda…

Então curte o que levantei para nós!

Itaú apresenta história real para mostrar o poder da leitura na infância

Os filmes da campanha deste ano do Itaú  traduzem o poder que as histórias têm de estimular a imaginação e a autoconfiança, ampliar horizontes, desenvolver potenciais e impactar a criança de um modo tão imersivo, que seu futuro não reconhece barreiras a partir daquele momento. Evoluindo a narrativa dos últimos anos de campanha, buscando inspiração numa história real. Uma das fortalezas do Leia para uma Criança é a consistência da mensagem. A história mostra o quanto essa iniciativa é fundamental. Afinal, todos os pais projetam o tempo todo um futuro melhor para seus filhos. Da mesma forma, toda criança gosta de sonhar; seja com uma viagem ao espaço, construindo robôs, imaginando um mundo melhor. Essa história de superação é a materialização do poder da educação e do papel que a leitura infantil tem de despertar o potencial de toda criança.

Midea lança campanha para encorajar pessoas a buscarem seus sonhos

Foi desenvolvido o curta-metragem com base nas definições duplas de “sonho”. Um é o estado de sonho literal que ocorre no estágio final do sono e só pode ser alcançado com calma e conforto. O outro é uma metáfora para realizar sonhos na vida. Foram interligadas essas duas definições com o compromisso da Midea para condicionadores de ar residenciais, com o objetivo de ofertar aos consumidores não apenas o conforto de uma noite de repouso, mas também renovar a energia necessária para enfrentar os desafios da vida real. 

Homens compram mais do que mulheres no Instagram e são atraídos por anúncios impactantes

Os consumidores têm se mostrado bastante dispostos a comprar de marcas que não conhecem se gostarem do anúncio. Isso significa que peças publicitárias que tenham um bom design podem ajudar a colocar marcas novas e tradicionais em pé de “igualdade”. Isso porque, do ponto de vista das empresas, chama atenção a possibilidade de conquistar novos públicos: 6 em cada 10 consumidores passaram a seguir uma marca que não conheciam no Instagram após encontrarem um anúncio da empresa do qual gostaram. Homens entre 35 e 45 anos são os que demonstram menos flexibilidade para seguir novas marcas, mas, ainda assim, mais da metade deles declara ter esse costume.

E então? Você se identificou com esse público que vem gostando desse novo tratamento da publicidade e se conectando mais às marcas? Se sim, e é seu papel comunicar, fica de olho. Tem jeito novo e bem bonito de fazer! 🙂

Juliana Silveira é co-founder da Dtail Gestão de Conteúdo e criadora do blog New Families, onde escreve semanalmente com um olhar de sensibilidade única sobre o recomeço da família após o divórcio. É também autora do livro Divórcio: A Construção da Felicidade no Depois.

Juliana Silveira

Author Juliana Silveira

More posts by Juliana Silveira

Leave a Reply