“Em um país em que o desemprego atinge 12,4 milhões de pessoas, o mercado digital caminha na direção contrária: até 2024, a demanda por profissionais de tecnologia será de 70 mil por ano, número maior do que os 46 mil formados na área até essa data. A estimativa é da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom). Vagas para profissionais da área, como desenvolvedores, cientistas de dados, designers e analistas de marketing digital, podem pagar de R$ 2,5 mil a R$ 3 mil para novatos e de R$ 15 mil a R$ 20 mil para quem tem cinco ou seis anos de carreira, segundo informações da consultoria de RH Vulpi.”

É… não tem mais volta. Esta acima é uma notícia divulgada recentemente no Linkedin que só corrobora com o movimento assustador que está acontecendo no mundo todo, e que muitos ainda fingem não ver ou subestimam o seu poder.

Enquanto o desemprego enlouquece a população brasileira e até mundial, considerando que grande parte dos países do globo sofrem desse mal em algum percentual, o mundo novo, este proposto pelo mercado digital, está sedento por gente como a gente, capaz de entendê-lo e manuseá-lo.

Revolução Digital

Se trata de uma revolução com certeza, e ela é de comportamento, não técnica. O desafio não é aprender o novo, pois é da vida, desde que mundo é mundo, a necessidade de aprendizado orgânico sobre as coisas. Dormimos e acordamos em uma nova realidade todos os dias e isso não começou ontem. Isso nos trouxe até aqui, ao século XXI, firmes e fortes. 

O desafio é aceitar o novo. Acolher que existe uma nova forma de fazer, de se relacionar, de administrar, de comunicar. Que o mundo não é só digital, mas agora é também digital. Fortemente digital. E porque esta, além de uma revolução, é uma evolução. Contribui de forma indiscutível com o dinamismo e o acesso às pessoas, às coisas e ao conhecimento. À informação. Encurta caminhos nessa vida louca na qual temos muito a dizer e fazer em pouco tempo. O que é relativo, eu sei, mas não vamos entrar em uma discussão subjetiva aqui…

Novas Soluções

Assim se justificam as transformações que acompanhamos em todos os segmentos, na tentativa de estabelecer este namoro com o mundo digital. Alguns entraram de cabeça, outros com um pé dentro, outro fora. Mas estão quase todos se movimentando, se envolvendo… Bancos, academias de ginástica, comércios, serviços, os relacionamentos, o conteúdo, o mundo como conhecíamos. E no mesmo caminho a comunicação: com o LED, com soluções indoor e outdoor, com a dinamicidade e modernidade que o digital propõe.

Abraça essa! Não tem mais jeito, e também não é um bicho de sete cabeças. Basta equilibrar, usufruir das melhorias e estudar… Mas principalmente, aceitar. Neste mundo novo, tem espaço para todo mundo. Ou melhor dizendo, pelo que anda por aí, tem espaço até sobrando! 🙂

Juliana Silveira é co-founder da Dtail Gestão de Conteúdo e criadora do blog New Families, onde escreve semanalmente com um olhar de sensibilidade única sobre o recomeço da família após o divórcio.

Juliana Silveira

Author Juliana Silveira

More posts by Juliana Silveira

Leave a Reply