Vivemos em um mundo no qual os aniversários devem ser comemorados. Não só por sermos um povo alegre, que gosta de festa, mas porque vivemos sob tantas ameaças, políticas, financeiras, civis, e agora até de saúde, que vencermos mais um ano de vida é sempre uma grande conquista.

No caso das empresas, talvez seja ainda mais desafiador. Pois não basta respirar para estar viva, como acontece conosco.

Precisa de base, de valores que engajem as pessoas que entram neste barco. Precisa de conhecimento, que a torne relevante para o seu mercado. Precisa de comprometimento e capricho, para encantar clientes e mantê-los próximos. Precisa de boa retaguarda operacional, para estudar as melhores possibilidades fiscais e financeiras, para uma sobrevivência sadia. Precisa também de fornecedores parceiros, na busca de um ambiente de ganho comum e crescimento mutuo. E principalmente, precisa de amor e de fé no que se propõe enquanto solução.

Não é pouca coisa… É o talento, que desenvolvem no malabarismo de equilibrar tantas variáveis, sem deixar a “peteca cair”.

Hoje, com muita emoção e gratidão, a H Mídia, seu dirigente e seus colaboradores, comemoram dezoito anos de existência no mercado brasileiro, com sede em Porto Alegre. Dezoito anos de batalhas, de mudança de leis, de ameaças, de inovações, de transformações, todas etapas importantes que a trouxeram até aqui. E até mesmo o desafio novo de tocar vida, “ficando em casa”, mais um para incorporar essa história.

Nada afinal amadure de graça, não é? É preciso viver para experienciar. É preciso lutar para se fortalecer. É preciso envelhecer para conquistar um mural de realizações e experiências adquiridas. É preciso tempo para amar as pessoas.

E é às pessoas dos dezoito anos da H Mídia que se quer referenciar aqui.

Estruturas corporativas são feitas de gente, não de paredes. E quando as paredes da H Mídia eram simplórias, e nem mesmo dela, já existiam pessoas incríveis engajados no objetivo de fazê-la vencer, um ano após o outro. De fazê-la crescer enquanto solução de mídia para pequenos e médios empreendedores, os permitindo posicionar suas marcas de forma viável e justa. Além dos grandes, já crentes e fazedores dessa mídia, que vem de todos os cantos do país, para todo o nosso Brasil.

Foram muitos que passaram, e muitos que ficaram neste tempo. Gente que entrou “faceira” e que eventualmente saiu como parte da família, aquela que sai para seguir a vida em frente, e crescer. Gente que cresceu lá dentro, se desenvolveu e a cada ano escolheu a H Mídia como segunda casa. Gente que impulsionou o negócio e apostou nele e nos seus desafios como parceiro, lado a lado neste caminho. Gente que anda por lá para um cafezinho, uma visita rápida, um beijo no pessoal, uma indicação de trabalho, um carinho.

Obrigada a todos nossos colaboradores e antigos colaboradores, à Tina, mascote da empresa. Ao líder e amante deste negócio, João Pedro, por nunca perder a paixão e a fé nesse empreendimento. Obrigada aos que passaram pelos nossos dias de batalha por esta marca.

Aos nossos parceiros, nossa gratidão eterna por andar ao nosso lado.

E obrigada clientes. Que brindaram a empresa com confiança, retornos, e portas abertas. E mesmo para os de portas fechadas, nosso agradecimento por permitirem, nestes desafios, o nosso desenvolvimento e melhoria como rede de atendimento e de mídia OOH, hoje a maior do sul do Brasil.

Mas essa não é a maior das virtudes da H Mídia, não é o seu tamanho.

A maior, com certeza, é a alma. E pela evolução dela na vida produtiva do nosso país, como empregadora, humana, resiliente e incansável, é que estes dezoito anos se fazem valorosos para cada uma das suas pessoas.

Estivemos juntos ontem, estamos hoje, e se Deus quiser, amanhã e por mais dezoito, e mais dezoito:)

Um Viva, e mais uma vez, obrigada!

Juliana Silveira é co-founder da Dtail Gestão de Conteúdo e criadora do blog New Families, onde escreve semanalmente com um olhar de sensibilidade única sobre o recomeço da família após o divórcio.

Juliana Silveira

Author Juliana Silveira

More posts by Juliana Silveira

Leave a Reply