Este ano “pandêmico” de 2020 gerou um mar de mudanças intensas na forma como as pessoas vivem, trabalham, consomem e estabelecem momentos de lazer. Sem referências, não tínhamos exatamente receita sobre o melhor lugar para onde correr, ou melhor dizendo, alternativas de onde “ficar”, quando o momento pede calma e resguardo em proteção ao Covid-19.

Nesse cenário quem pôde buscou amparo, teto, em lugares que propiciassem espaço e tranquilidade, além de opções ao ar livre, tão difíceis de se encontrar quando se trata da capital, seus espaços abertos limitados e a orientação dos órgãos públicos e de saúde para evitar aglomerações, ou mesmo nas cidades do interior, quando os espaços de confinamento levaram o povo ao esgotamento.

Foi aí que uma nova prática se estabeleceu: as pessoas carregaram seus carros rumo ao litoral gaúcho e catarinense, a fim de alternar residência e arejar, ou mesmo passar uma temporada longa por lá. Um movimento aparentemente seguro, em locomoção própria e lugar arejado. Neste inverno ameno, com inúmeros episódios de calor e temperaturas de meia estação, e a oportunidade para muitos de trabalho remoto, as praias gaúchas e catarinenses viraram destino frequente, quando não fixo, de quem conseguiu pegar a estrada.

Naturalmente ganhou o comércio dessas cidades que receberam “forasteiros” fora de temporada como visitantes ou mesmo cidadãos honorários. Supermercados, lojas, beiras de praia e estradas do litoral andam acumulando filas e bons resultados econômicos, inesperados para essa época do ano, como uma colheita surpresa, presente da pandemia.

E as pessoas neste caso precisam contar com a retaguarda nas praias no que tange produtos e serviços, o que tornou-se uma oportunidade para a comunicação de marcas e para o comércio da região. Mais tempo na rua e a necessidade de experimentar soluções locais, deram vida às portas dos estabelecimentos do litoral e às suas ruas, estradas de acesso e avenidas, já que para mostrar a que veio, marcas precisaram aparecer e tornar disponíveis suas soluções e sua presença viva no mercado.

Na máxima de que o dinheiro não desaparece, e sim, troca de lugar, ou de bolso, melhor estarmos todos atentos às oportunidades de consumo no acolhimento das necessidades dos nossos clientes viajantes. A H Mídia oferece mídia exterior, Out Of Home, estática e digital, por todo o litoral gaúcho e catarinense, a fim de constituir parceiro forte no trajeto das marcas e no acompanhamento dos seus clientes, onde quer que eles estejam, onde quer que façam casa. E se for no litoral, que seja. A sua rede está pronta para acompanhar este movimento e estar onde as pessoas estão.

Você “marca”, já encontrou seus clientes onde eles estão? Suspeitamos que estejam na praia, e no que a H Mídia puder ajudar, no acesso a eles, estamos à disposição 🙂

Juliana Silveira é co-founder da Dtail Gestão de Conteúdo e criadora do blog New Families, onde escreve semanalmente com um olhar de sensibilidade única sobre o recomeço da família após o divórcio

Juliana Silveira

Author Juliana Silveira

More posts by Juliana Silveira

Leave a Reply