Essa semana uma notícia nos surpreendeu positivamente, o que nestes tempos é um bálsamo. Segundo o levantamento “Índice de Cidades Empreendedoras (ICE) de 2020”, a nossa capital Porto Alegre aparece na décima posição das cidades com melhores condições para empreender no Brasil, muito à frente de grandes cidades gaúchas e outras de âmbito nacional. Conforme o estudo, lançado pela Endeavor – organização que se dedica ao tema -, foram contemplados os 100 municípios mais populosos do País, no qual a capital gaúcha ocupa a 9ª posição no ranking geral.

Os principais temas avaliados e que embasam o ranking são: ambiente regulatório, infraestrutura, mercado, acesso à capital, inovação, capital humano e cultura empreendedora.

Se considerarmos que Porto Alegre é uma das dez principais capitais do Brasil no radar do mercado, historicamente falando, o fato parece não tão bom assim. Ocorre que nas últimas décadas o interior do País vem ganhando força, crescendo em população, fortalecida por suas universidades, oportunidades e por um empreendedorismo incansável. Ocorre também que o Rio Grande Do Sul vem sofrendo economicamente e politicamente há alguns anos, o que, naturalmente, desmobilizou empresas e o mercado como um todo a investir.

Então só podemos concluir que o povo é realmente bem formado e resiliente, ao que tudo parece. E que ele faz do terreno da capital gaúcha espaço fértil, nutrido pela sua “cultura do empreendedorismo”. Empresas dos mais variados fins que compõe o nosso mercado com um alto índice de inovação e tecnologia, e que constituem a nossa “massa empreendedora”. Que aproveitam das vantagens geográficas da cidade e do seu capital humano qualificado para abrirem suas portas e expandirem suas soluções.

Olha que prazer o nosso fazermos parte desse processo na comunicação de propósitos, marcas e mais do que isso, vidas empreendedoras!?

Na nona capital do empreendedorismo brasileiro não faltarão histórias contadas, investimento nas ideias, portas abertas e marcas nas ruas.

Um alívio… Mal sabe esse levantamento que ele nos mostra luz no fim do túnel e que o gaúcho, representado pelo porto-alegrense e outros tantos, seguem a sonhar 🙂

Juliana Silveira

Author Juliana Silveira

More posts by Juliana Silveira

Leave a Reply