Fenapro realizou pesquisa VAN Pro com 174 empresas de publicidade de todo o País

A última edição da pesquisa VAN Pro (Visão de Ambiente de Negócios em Agências de Propaganda), divulgada pela Federação Nacional das Agências de Propaganda (Fenapro), mostra que as empresas de publicidade estão retomando o otimismo e acreditando que 2019 será um ano de crescimento. O levantamento foi feito junto a 174 agências de todo o País ao longo das três primeiras semanas de janeiro, e refletem a performance no quarto trimestre de 2018, além das perspectivas para o primeiro trimestre de 2019, assim como para o ano todo.

Conforme o estudo, o nível de otimismo observado para 2019 é recorde, quando 70,6% esperam um ano melhor, enquanto apenas 11,3%, pensam que pode ser pior. Os outros 18,1% têm a expectativa de um ano igual a 2018. Esse otimismo é maior se comparado ao mesmo período do ano passado, que foi de 68,2%. Outro destaque é que, no último trimestre, o índice de positividade chegou a 36%, acompanhando outros setores da economia.

No Marketing, por exemplo, o levantamento Marketing Compass, feito com decisores da área em empresas anunciantes, mostra que 79% estão realistas e confiantes com investimentos em comunicação, e 36% preveem mais investimento em 2019. Mesmo assim, os donos e diretores de agências ainda são cautelosos quanto à melhora já neste começo de ano. Apenas 36,9% declaram esperar um trimestre melhor, número semelhante aos que esperam um trimestre parecido com o anterior, que foi de 36,5%.

Empresas da Região Nordeste são as mais otimistas, com 82,3% dos respondentes esperando um 2019 melhor e nenhuma prevendo que seja pior. Entre os estados, os mais esperançosos são Rio Grande do Norte e Santa Catarina, com 100% e 90%, respectivamente. Quanto ao fechamento do ano de 2018, registrou-se que 62,5% declaram um ano melhor (41,8%) ou igual (20,7%).

De acordo com a VAN Pro, o quadro de Concorrências se manteve praticamente inalterado, com índices semelhantes aos do trimestre anterior, com exceção da região Centro-Oeste, onde foi um pouco abaixo. No que tange aos setores da economia mais promissores, a área de Serviços segue como a mais relevante, seguida do Comércio e do Setor Público, representando uma inversão de posição em relação à medição anterior.

Para o presidente da Fenapro, Glaucio Binder, a propaganda reflete a motivação de outros setores da economia. “Se há um otimismo nos demais mercados, ele é rapidamente observado na nossa área. O índice recorde de otimismo nos enche de esperança por um ano melhor”, declara.

A federação começou a coletar dados de empresários de agências de propaganda de todo o Brasil no início de 2017. O intuito da pesquisa é acompanhar trimestralmente o clima para desenvolvimento de negócios e as expectativas do setor ao longo do ano.

Evolução trimestral do índice de otimismo em 2018, com projeção para 2019.

Fonte: Coletiva.net

Juliana Silveira

Author Juliana Silveira

More posts by Juliana Silveira

Leave a Reply